terça-feira, 13 de novembro de 2012

Não, não é impressão sua. Eu ando mais amarga mesmo. E o pior nem sei o porquê de tal falta de doçura. Se bem que, pensando melhor, nunca fui o tipo de pessoa dominada por bons sentimentos. Talvez meu mau-humor só tenha se manifestado mais intensamente agora, ou meus hormônios estão mais agressivos, ou simplesmente meu inferno astral preferiu se manifestar por mais de meses. Não sei. Só sei que tô nessa inquietude tamanha, sem conseguir falar e nem mesmo pensar direito. As duvidas se fortalecem em minha mente, enquanto meu inconsciente cria belas miragens, só pra me fazer acreditar no que não é possível. Odeio essa sensação de insegurança, de dependência, de carência e melancolia que se fazem presentes dentro de mim, principalmente quando estou comigo mesma. Quero mais plenitude, certezas e realizações dentro de mim, porque não só de sonhos eu posso viver.

Isabela Santiago