terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Diferenças de idade e Romeu e Julieta

Tumblr_ljwtm7t8xl1qe3erxo1_500_large

Ontem estava dando uma olhada no tumblr e vi um post que me deixou intrigada. Era mais ou menos assim:

" Romeu e Julieta é um dos romances mais belos do mundo. Ele tinha 17 anos e ela tinha 13. Hoje, se uma menina de 13 namorar com um cara de 17, todo mundo vai achar estranho e possivelmente discriminá-los. Só que se esquecem que  o amor, pra acontecer, não tem idade. "

Tá, eu concordo que Romeu e Julieta seja um clássico e que o amor não depende de idade pra acontecer. Mas o problema, nos dias atuais, é que as pessoas confundem amor com paixão, atração, e mais comumente, com carência. Os namoros de hoje são baseados em coisas completamente erradas, pra ser mais exata. Acho que grande parte do mundo jovem se esquece do respeito ao próprio corpo, e por não se respeitar, acabam por fazer o mesmo com os outros ao seu redor, acreditando que os prazeres carnais de um namoro, ou mesmo de uma "ficada", vão satisfazer-lhe por mais de alguns poucos instantes ou mesmo ajudá-lo a fazê-lo feliz.
Não sei se posso acreditar que uma garota de 13 anos deva namorar com um cara de 17. E sabe porque? Porque as realidades de cada um são extremamente diferentes. Enquanto ela está saindo da infância, com um pensamento romantizado sobre o amor, acreditando em final feliz, ele possivelmente já vivenciou tudo isso, e sua mentalidade não está tão voltada para o sentimento em si, mas para o que ele pode lhe proporcionar.
É claro que existem suas excessões. Tem garotas muito maduras, mesmo tão novas, e rapazes adoráveis e sinceros. Mas eles são raros.
O problema que afeta grande parte dos relacionamentos entre homens e mulheres se deve ao fato de ambos serem diferentes na forma de sentir, agir e pensar. Coisa mais do que óbvia, já que o homem, normalmente, é mais prático, livre do excesso de sentimentalismo, e que pelo fator biológico, tem um instinto muito mais voltado em pensar na "perpetuação da espécie" do que na formação de um lar, ao contrário da mulher, que por ter um lado maternal bastante aflorado, deixa seus sentimentos muito mais evidentes.
Isso é relativo, logicamente.
Existem homens extremamente românticos e mulheres desprovidas de sentimentalismo, isto é, são frias. Mas, como já disse, eles não são a maioria.
Sinceramente, acredito no amor, mas acho que num relacionamento entre pessoas com idades relativamente distantes, é preciso balancear os desejos e as vontades de cada um, para saber o real sentido desse relacionamento, porque os interesses entre ambos dificilmente serão iguais, ou mesmo parecidos. E pra um relacionamento dar certo, não basta apenas amor, mas também é necessário de haja confiança e respeito, para que esse sentimento torne-se algo digno de ser comparado à tal clássico literário.

Isabela Santiago