segunda-feira, 16 de abril de 2012

Quando a dor te corta

Eu não sei lidar com coisas como a morte, dor, desespero. Sei lidar com a minha dor, mas perante a dor dos outros me sinto uma inútil. Nunca consigo encontrar palavras para esse tipo de situação. Mas se isso resolvesse, á todos aqueles que sofrem, por quaisquer motivo que seja, eu apenas gostaria de dizer isso:

Queria apenas poder tirar todo o peso que aflige seu coração cansado e depositar este peso num buraco tão profundo que não lhe dê possibilidade de retorno para te fazer mal. Queria tocar em sua alma e remover dela toda a escuridão que se faz quando a tristeza é superior a tudo, trazendo-lhe luz e despertando-lhe sentimentos como esperança e alegria. Queria poder abrir seus olhos e fazê-los enxergar que existem sim motivos para continuar vivo, por mais bobos que possam parecer e que viver vale a pena, independente do quanto isso possa te machucar. Queria poder fazer milagre, te dar alívio ao pôr a mão no teu peito, livrando-lhe da falta de ar que a dor proporciona. Queria te ensinar como não se machucar, como não se apaixonar pela pessoa errada ou mesmo como ser forte.

Mas não posso.
Porque isso é o que se passa pela minha cabeça, não o que eu consigo dizer.
Então, por enquanto, o que ofereço é um colo confortável, um ombro amigo e uma prece para que tudo mude, mude para melhor. Porque apesar de não saber o que dizer quando a dor te corta, ainda assim, estarei ao seu lado.

(Texto baseado na música Quando a dor te corta, Leoni)