quarta-feira, 6 de abril de 2011

Um pouco de sorte, talvez.



Coisas estranhas estão acontecendo comigo. Pessoas entrando em minha vida de uma hora pra outra. Pessoas precisando de meus conselhos. Pessoas gostando de mim. Pessoas admirando o que eu expresso em minhas postagens e textos. Pessoas me amando.
Não que tudo isso seja algo ruim, pelo contrário.
É excepcionalmente maravilhoso ceder conselhos, palavras, amor e carinho ao mesmo tempo que recebê-los.
Mas meu medo é perdê-los de uma só vez.
Sabe esse negócio de "a sorte não bater na mesma porta duas vezes"? Pois é.
Por isso mesmo, tenho deixado as minhas portas escancaradas para a sorte, o amor, o sucesso ou qualquer coisa que possa me servir de inspiração ou sequer me fazer bem.
Por enquanto, só aproveito esse momento de sucessful momentâneo até que o sonho acabe ou até que as luzes do cinema de apaguem e levem consigo a glória de seu posterior espetáculo.

Bells